Sincronize-se

 

Mantenha contato conosco pelo

LinkedIn Synchron

NOTÍCIAS

CONTATO

Synchron Participações © - 2016

  • Wanderlei Passarella

Autoliderança: onde está o meu dinheiro?


O papel do dinheiro é tão importante em nossas vidas que a OMS atestou que “para vivermos de forma saudável não basta conseguirmos a ausência de afecções e enfermidades, mas conquistarmos um completo bem-estar físico, mental e social”. A saúde financeira é um componente vital desse completo bem estar humano.

Mas, onde está o meu dinheiro? A grande maioria das pessoas não consegue ter uma boa relação com esse “ente abstrato”, virtual e ao mesmo tempo tão real, amado e odiado, fonte de problemas e, frequentemente, de soluções. E, a falta dessa boa relação impacta a saúde como um todo, e mais, contamina a saúde dos que estão ao redor, e ainda mais, a produtividade da empresa onde se trabalha. Exatamente no local que deveria propiciar as receitas para o equilíbrio de seu caixa pessoal. É uma reação em cascata, ou um círculo vicioso.

Para melhorar a relação com o dinheiro não é só preciso ganhar mais ou gastar menos, fonte tradicionais de solução ao dilema da escassez. É preciso encontrar as necessidades que o dinheiro vem atender e as motivações que decorrem dessas necessidades. O caminho é claro: motivações repensadas, emoções resolvidas, pressupostos reconstruídos. E, antes de tudo, alinhe suas fontes de receitas com seus propósitos de vida. Eis a solução para o terrível dilema de “onde está o meu dinheiro?”.

As atitudes indicadas para encontrar o “Santo Graal” da riqueza material são a busca do autoconhecimento e uma boa dose de disciplina. A boa notícia é que estas atitudes podem (e devem) ser desenvolvidas. E também combiná-las com as soluções clássicas: desapegar (rico é quem gasta corretamente e não quem ganha muito) e investir (colocar o dinheiro para trabalhar para você, e não o contrário, sem se tornar escravo dele).

Ok, entendi. Mas, como faço para encontrar o meu “Santo Graal” financeiro? Primeiro, esteja certo de que milagres não existem (tudo o que acontece, mesmo o que parece mais insólito e impossível, tem uma causa). Segundo, observe a si mesmo. Entenda profundamente os seus motivos e, a partir destes, redesenhe os seus hábitos. Estes transformam o seu caráter. Motivos certos implicam em um caráter produtivo. E, por último, venha debater isso tudo conosco, entre em contato.

#dinheiro #liderança #liderançaintegral #atitude #estratégia

1 visualização